javascriptNotEnabled

Início / Cursos / Básico /

Estratégia Pós-Flop

Leitura de Flops

Como analisar flops e determinar se as primeiras três cartas comunitárias aumentaram ou diminuiram o potencial das suas mãos marginais ou das dos seus adversários. Saiba como agir em função disso.

Já vimos nas lições anteriores como um flop pode alterar a força da sua mão, dando-lhe uma Mãos Feita, uma Mão Draw ou uma Mão Lixo. Mas também é muito importante não esquecer que, tal como para si, as cartas comunitárias também poderão mudar significativamente a força das mãos dos seus adversários.
 
Apesar de não ter maneira de saber precisamente quais as cartas dos outros jogadores, ao ver o flop pode "medir" o potencial que este poderá ter para melhorar as outras mãos.  A capacidade para categorizar o flop é essencial e crucial de se aprender; a estrutura do flop vai dar informação às suas decisões subsequentes e vai afectar o modo como irá jogar a sua mão.
 
A primeira distinção que tem de fazer ao olhar para o flop é entre este ser um flop seco ("dry flop") ou um flop coordenado ("wet" ou "draw heavy flop"). As chamadas Boards Secas não oferecem a possibilidade de draws, enquanto as boards ou flops coordenadas podem conter muitas possibilidades de draws.

Exemplos de boards secas:

 
 

Exemplos de boards coordenadas:

 
 

Nos primeiros três exemplos de boards secas, é impossível para qualquer jogador ter um flush draw, ou um open-ended straight draw. Não há cartas possíveis para se fazer uma conexão em nenhum destes flops, pelo que saberá que o se adversário poderá ter uma mão feita ou uma mão lixo neste ponto.

Em contrapartida, nos seguintes três exemplos de boards coordenadas, todas têm um enorme potencial. No primeiro exemplo ( ) um jogador com duas espadas na mão já tem um projecto de flush e também qualquer nove na mão de um jogador já lhe está a dar um open-endend straight draw. Se um jogador tiver, por exemplo, um de mão, já tem um straight e um flush draw, estando assim numa posição muito vantajosa.

COMO OS FLOPS INFLUENCIAM AS SUAS MÃOS

Repare nos exemplos abaixo. Estes mostram como a textura de um flop pode afectar a força relativa da sua mão.

Tem em sua posse em UTG+1 e faz raise de 3 BB. Dois jogadores nas últimas posições dão call.
Cenário 1: O flop vem com  o que é uma board seca.. 
Cenário 2: O flop vem com  o que é uma board coordenada que contém muitos draws.

Nos dois cenários atingiu top pair e top kicker edeve continuar a apostar (continuation bet), mas apenas numa board esteja confiante que a sua mão vai continuar forte quando sair o turn e o river.
 
Também pode reduzir o leque de mãos do seu adversário muito mais eficazmente na primeira board. Não há draws, por isso ele também deverá ter atingido algo no flop para querer continuar com a mão. No segundo exemplo, ele pode ter atingido um certo número de draws e continuar a dar call à sua aposta no flop para tentar melhorar nas streets seguintes.
 
A próxima lição neste capítulo montra como deverá agir depois do flop, assim que determinar qual a força que pensa que tem a sua mão comparativamente às dos seus adversários. Iremos abordar as diferenças entre jogar Mãos Feitas e Mãos Draw em diferentes circunstâncias.

Como Jogar Pós-Flop

Se avaliou a sua mão e mediu a sua força em função do flop, saiba agora como proceder - seja uma mão feita, um ...

Ir Para Próxima Lição