javascriptNotEnabled

WSOP 2014: Retrospectiva de um grande verão da PokerStars

Olá Intellis!

A eliminação de Mathias de Meulder no Main Event assinalou oficialmente o final do verão para a Team PokerStars Pro, no que às World Series of poker diz respeito. Meulder lutou com a sua short stack tanto quanto foi possível, acabando por terminar em 433.º lugar com um prémio de mais de $25.000, antes de rumar ao aeroporto.
 
Mas embora a Team PokerStars Pro já não faça parte dos acontecimentos em curso, vale a pena recordar o que foi autenticamente um ano vintage, com vários marcos no caminho para reflectir.
 
O verão começou com a notícia habitual de que Vanessa Selbst ganhou uma bracelete. Como a Alemanha no futebol, o registo vencedor de Selbst já não é surpresa para ninguém no mundo do poker e a notícia é recebida num misto de indiferença e incredulidade. É um dos trabalhos mais difíceis no poker, encontrar adjectivos para descrever mais uma fantástica prestação de um mesmo jogador. Percebes o que quero dizer? "Fantástico!" Bah... Já o disse tantas vezes que quase perde todo o significado...

Selbst ganhou o segundo evento das Series deste ano, um torneio de mixed-max no-limit hold'em, recolhendo a sua terceira bracelete WSOP, já para não mencionar os $871.148, após uma longa e dura batalha em heads-up contra Jason Mo. Cada ano que passa parece trazer um novo recorde para Selbst. O seu triunfo deste ano colocou-a $75.000 à frente de Annette Obrestad como a mulher mais ganhadora na história das WSOP.
 
Mas Selbst está habituada a ser notícia nos festivais de poker. Embora este ano tenha tido concorrência de um companheiro de equipa que ganhou a sua primeira bracelete, pouco antes de conquistar a segunda. Na verdade, 2014 foi o Verão de George.
 
George Danzer é uma personagem única no circuito de poker. Ajuda ter uma crista à Moicano e o aspecto de um motoqueiro a fugir à polícia. Mas, na realidade, a personalidade de Danzer é exactamente o oposto e o afável Team Pro alemão tornou-se num dos mais populares campeões quando conquistou a bracelete no Evento $10.000 Seven Card Razz.
 
Danzer, no entanto, ainda não tinha acabado o serviço. Agora apoiado pela sai namorada Nicole, estava de volta ao foco das atenções apenas umas semanas depois, conquistando o $10.000 Seven Card Stud Hi-Lo Split 8 or better, provando ser um perito em eventos que custam imenso a jogar a um quarto de hora a dizer o nome. Duas braceletes para Danzer, ambas em vertentes altamente competitivas. Agora já pode baixar a crista...
 
Mas a Team PokerStars ainda não tinha terminado o serviço no que diz respeito a recolher braceletes.
As pequenas pressões da vida são, sem dúvida, aliviadas por um triunfo no Main Event das WSOP. Mas a pressão mantém-se, muitas vezes, no que ao poker diz respeito.
 
Mesmo depois de ganharem o maior torneio do mundo, é normal que os jogadores sintam que ainda têm algo a provar a si mesmos. Joe Hachem disse-o logo após o seu triunfo em 2005, quando ganhou de seguida um evento WPT. Muitos outros foram também à procura de um segundo grande título. Por isso, se o que procurava Joe Cada, vencedor do Main Event de 2009, era uma confirmação, conseguiu-a este ano.

Cada superou o que pode ser descrito como uma mesa final "All Star" no evento $10.000 no-limit hold'em six-max, recolhendo $670.041. Para ganhar a sua segiunda bracelete, Cada bateu Jeremy Ausmus no heads-up, mas venceu uma mesa que contemplava ainda nomes como Max Silver, JC Tran, Erick Lindgren, Dario Sammartino, Martin Jacobson e George Danzer. Mas quem é que gosta de vitórias fáceis?
 
"Não me adaptei suficientemente bem à minha nova imagem e à forma como as pessoas jogavam contra mim depois da minha vitória", disse Cada. "É difícil fazer certas coisas que fazia antes, tais como aplicar um estilo agressivo", prosseguiu. "Mas consegui adaptar-me a isso mais tarde e tenho-me saído bem nas WSOP nos útimos tempos".
 
Podem não ter havido mais braceletes, mas houve, certamente, marcos dignos de serem registados, tais como os de Daniel Negreanu.

Já muito foi dito e escrito sobre Negreanu. É certamente o mais acessível dos grandes pros, assim como o mais genial e que mistura constantemente o trabalho com algum prazer nas mesas. Mas embora tenha sempre tempo para uma foto ou um autógrafo, o seu jogo mantém-se como um dos melhores deste mundo, e ele usou-o este verão para se tornar no jogador mais ganhador de sempre nas World Series.
 
Acabadinho de chegar de um prémio de Jogador do Ano das Series em 2013, Negreanu foi 2.º no $10.000 2-7 Draw Lowball e também vice-campeão do Big-One for One Drop, o maior torneio da história mundial do poker. O prémio de $8.288.001 que ganhou pelo 2.º lugar catapultaram-no para acima do anterior vencedor do Big One, Antonio Esfandiari. Uns $29.796.381 ganhos em torneio até ao momento. Coisa pouca...
 
Mas outros Team Pros fizeram questão de não dar por mal empregue o seu tempo neste verão.
Humberto Brenes até pode ter andado entusiasmado com a surpreendente prestação da Costa Rica no Mundial de futebol, mas ainda conseguiu um recorde de 10 ITMs neste verão. Um recorde que elevou o seu total de ITMs nas World Series para 82, sendo que a primeira aconteceu há 27 anos com um 14.º lugar no Main event de 1987, que seria ganho por Johnny Chan.

Há a registar ainda outras notáveis participações, como a de Jason Mercier, que chegou a duas mesas finais, ambas em eventos de $10.000 2-7. Alex Kravchenko quase ganhou a sua segunda bracelete no evento $1.500 Seven Card Stud, acabando como vice-campeão. Enquanto isso, Gabe Nassif, da Team Online, alcançou duas mesas finais nos eventos de $1.500 ppot-limit Omaha e no $10.000 limit hold'em.
 
Três braceletes, um punhado de grandes prestações e uns recordes para ajudar à festa. Pelos vistos, nem é preciso ganhar o Main Event para fazer história no poker...

Fonte: PokerStars Blog PT
Para comentares, deves fazer o login ou registar-te
Fazer Teste
Novo por aqui? Faz o nosso Teste de Acesso para começares a aprendizagem.
já és membro? Faz aqui o Login
javascriptNotEnabled
Aprende Das bases à estratégia avançada
Pratica Melhora as tuas capacidades com a ajuda dos nossos treinadores
Ganha! Torna-te num jogador vencedor
/COMEÇA A JOGAR AGORA/
Liga Poker Portugal Participa na maior competição nacional de poker online!
Liga Poker Portugal - Joga Grátis
Mais
/Ver/
Recoste-se e assista à nossa edição relâmpago do curso em vídeo.